HOME-BR

CHOOSE  LANGUAGE OF THIS PAGE / ESCOLHA O IDIOMA DESTA PAGINA:

 PORTUGUÊS:  bandeira          ENGLISH:  bandeiraeua

 ◊ ATENÇÃO: Para melhor entendimento da ‘Teoria Cosmológica Espacial’, convém seguir o  Guia de leitura   

  TEORIA UNIFICADORA
Uma teoria abrangente, capaz de unificar os campos de estudo da Física geral… O sonho de Albert Einstein.

Leia! Comente! Divulgue!

  NOVAS PROPOSTAS
Pesquisadores brasileiros após 40 anos de pesquisas, publicam nova proposta para a Gravitação Universal, entre outras.

Confira agora!!

OS OBJETIVOS DESTA PUBLICAÇÃO

Os efeitos da publicação deste estudo são muitos, pois ele envolve diversas áreas do conhecimento científico. No entanto, o objetivo mais importante é, sem dúvida, dissipar os “mitos” que cercam o estudo da natureza através de novos conceitos para a Física geral, conceitos esses, que trazem explicações mais coerentes e prováveis ​​para fenômenos terrenos e cosmológicos. Desta forma, atrair mais pessoas, quanto possível, para o fascinante mundo das ciências.

Agora, segue uma lista contendo outros objetivos da ‘Teoria Cosmológica Espacial’ para com a sociedade em geral.

“Unificar” os campos de estudos da Física em uma “única teoria” (campos unificados).

“Otimizar” os campos de estudo da energia em uma “única causal princípio”.

“Eleger” o homem (observador ) como o “berço do Tempo’. [1]

“Propor” novas Leis para a Física em geral.

“Apresentar” modificações e complementações à algumas Leis vigentes.

“Atribuir” ao ‘Espaço-mental‘ a potencialidade da “infinita creatividade”. [2]

“Introduzir” o ‘princípio inteligente’ como um “Terceiro pilar universal”, que direcionará os novos estudos da Física e de outros.

“Explicar” fenômenos importantes da natureza que, até o momento desta publicação, ainda não tinham interpretações adequadas.

“Responder” questões de temas Cosmológicos e Quânticos (Espaciais), que abalam a credibilidade de outros estudos semelhantes.

“Legitimar” o ‘Espaço‘ (com ‘E’ maiúsculo) como o ‘elemento primordial‘ responsável pela formação, sustentação, expansão e movimentação de todo o Universo. [3]

“Dissipar” polêmicas e contradições que acercam muitos pesquisadores da atualidade nos campos da Cosmologia.

“Devolver” a credibilidade a “verdadeiros cientistas”, ofuscados por equívocos conceituais, por parte de muitos pesquisadores afoitos só em busca de pioneirismo e fama. Como também de instituições de pesquisas que anunciam falsas descobertas. Ex. LHC (Cern) e LIGO (MIT e Caltec).

“Disponibilizar” um ‘Banco de Dados’ com mais de 2.000.000 de variáveis, obtidas durante 11 anos de leituras/registros gravimétricos no Brasil.

“Relatar” experiências realizadas pelos autores e colaboradores, para a comprovação de pontos fundamentais da ‘Teoria Cosmológica Espacial’, como também, “sugerir” outras que ainda não puderam ser realizadas.

  • A ‘Teoria Cosmológica Espacial‘ (TCE) é sustentada por 5 (cinco) fundamentos relativamente simples. Porém, de grandes abrangências e capazes de defender, sozinhos, argumentações adequadas a todos os itens relacionados acima e a outros não citados aqui.
  • TCE também constitui apoio a estudos similares de outros autores do passado ou do presente… E que, não destrói, em nenhum momento, o que de certo já foi publicado (e comprovado) por outros pesquisadores. 

NOTAS:

[1] ‘ Berço do Tempo ‘ = ‘Espaço mental ” do próprio observador .

[2] O ‘crear ‘ é superior ao simples ‘criar’ (H. Rohden); maior abrangência.

[3] O ‘Espaço‘ = fluido universal, nome e conceito unificador proposto pela ‘Teoria Cosmológica Espacial‘.

.

SOBRE O TITULO DESTE ESTUDO

A palavra “Cosmológica” é coerente com a ” cobertura universal ” inerente a este trabalho, não só a um nível ‘ microcosmo ‘ ; o pequeno mundo dos átomos e outros elementos subatômicas , mas também a um nível ‘ macrocosmo ‘ , no grande mundo dos corpos celestes , estrelas, galáxias e outras dimensões espaciais .

O termo ‘Cosmológico’ por ser coerente com suas “abrangências universais”, tanto a nível de ‘microcosmo’; o mundo pequeno dos átomos e outros elementos subatômicos, quanto a nível de ‘macrocosmo’; o mundo grande dos astros, estrelas, galáxias e outras dimensões espaciais.

Termo “Espacial” por apresentar o ‘Espaço’ (com ‘E’ maiúsculo), como o ‘elemento essencial’ de tudo que existiu, existe e ainda existirá no Universo em que vivemos, inclusive, antes dele próprio e em seus primeiros momentos de formação.

‘E’ maiúsculo tem o propósito de diferenciar do “espaço-volume”, pois o ‘Espaço’ ocupa o ‘espaço-volume’ (melhor explicado nos ‘postulados conceituais’ dos fundamentos).

Será comum nessa publicação ler ‘Espaço’ escrito entre apóstrofos (‘ ‘), por motivo da sua “excelência” e majestosa importância na natureza como um todo.

Outros termos também aparecerão entre os apóstrofos com intuito de dar destaque, devido ao grau de importância da palavra dentro do tema que estiver sendo discorrido ou alertar para um “novo conceito” dentro do contexto do Tratado – nestes casos convém clicar nos hiperlink’s (palavras em azul) , pois elas normalmente já mostram na tela o seu significado no contexto, ou consultar o ‘glossário completo’.

O ‘Teoria Cosmológica Espacial’, em todos os seus fundamentos, o ‘Espaço’ é envolvido diretamente. E todo o desenvolvimento teórico e experimental demonstram como chegamos a eles, ou como foram confirmados. A ‘TCE’ precede a ‘Teoria Universal’ (TU), que abrange aspectos mais obscuros da natureza humana, incluindo 2 (dois) outros Fundamentos, totalizando 7 (sete). No entanto, ainda não é “conveniente” sua publicação.

*Autor: Plinio Cesar de Alvarenga

*Co-Autor: Tulio Catta Preta

*****

Não existe nenhum caminho lógico para a descoberta das leis elementares do Universo, o único caminho é o da intuição“.

Albert Einstein